• Inês Tavares

O lanche das crianças - Seja consciente



Podia ser o meu lanche, mas foi o lanche da minha filha de 2 anos... (quase 3!)


Tal como nós, as crianças também têm direito um excesso, mas certifique-se que este é mesmo esporádico! Refrigerantes e ice-tea, cereais infantis de pequeno-almoço, batatas-fritas, leite com chocolate, pastas de chocolate para barrar no pão, bolos, croissants, gelados, chocolate, gomas, sobremesas doces...


Seja consciente e crítico. É mesmo "só hoje porque nunca come", ou acaba por comer quase diariamente um dos alimentos enumerados?!


É muito importante instituir bons hábitos alimentares desde cedo. Insistir várias vezes depois da primeira recusa, brincar, ser paciente, mudar a apresentação ou a textura e ter sempre presente que o nosso próprio exemplo enquanto pais e educadores é o principal na formação dos nossos filhos (até no modelo alimentar!!!!). Tenha uma participação activa e consciente na sua alimentação. Mais que satisfazer uma necessidade fisiológica, alimentá-lo (verdadeiramente) bem significa fornecer-lhe nutrientes que mantenham e promovam a sua saúde.

Quanto ao lanche, garanto que comeu e chorou por mais! 


1 iogurte grego natural não açucarado;

1 pêssego;

2 meias nozes;


0 visualização

Copyright © 2020 | Inês Tavares - Nutricionista - 1575N | Todos os direitos reservados