• Inês Tavares

Bifinhos em molho de leite e vinho do Porto, quinoa de cogumelos e salada verde



Não, não são natas ou bechamel. É um simples molho de leite espessado que confere palatabilidade aos bifinhos de lombo de porco, uma carne mais seca por conter pouca gordura. O porco pode e deve estar presente numa alimentação rica, variada e equilibrada. De resto, é uma carne muito heterogénea, é muito diferente comer entrecosto ou lombo! Como em todas as nossas escolhas alimentares, conta o bom senso e a análise crítica do alimento.


Originária da América do Sul, a quinoa cozinha-se de forma semelhante ao arroz e é uma óptima fonte de hidratos de carbono e proteína vegetal. Deve ser consumida com moderação e segundo as suas necessidades energéticas.


Delicie-se, sem culpa e com saúde!


Receita para 4 pessoas


12 bifinhos do lombo, 600g;

1 cebola roxa, 140g;

1/2 copo de vinho do Porto,1 dl;

1 copo de leite meio-gordo ou magro, 2 dl;

2 dentes de alho;

3 colheres de sopa rasas de engrossa molhos instantâneo (mistura de amido de milho e farinha de arroz), 18g.*

6 a 8 cogumelos brancos frescos, 125g;

2 punhados de quinoa, 120g (ou 1 saquinho que quinoa pronta a cozer).

1 saco de salada pronta a comer (chicória frisada, canónigos e radicchio), 150 a 200g.

8 colheres de chá de azeite + 4 para a quinoa.

Sal, pimenta preta em grão e ervas da Provença a gosto.




Tempere previamente os bifinhos com sal, alho, pimenta preta em grão e ervas da Provença, deixando repousar durante 30 min. Numa frigideira anti-aderente coloque 8 colheres de chá de azeite, a cebola roxa picada e os bifinhos. Deixe estufar até os bifinhos estarem cozinhados virando se necessário, retire-os do lume e reserve. Nos sucos da carne, verta o vinho do Porto deixando ferver. O volume deve reduzir 1/3. Verta o leite em lume brando e deixe cozinhar durante 2 a 4 min. O leite MG "trama" tal como as natas, por isso tenha cuidado com a temperatura. No final, adicione 18g da mistura de farinha de arroz e amido de milho, mexendo vagarosamente e deixe cozinhar mais 1 min. No final, coloque o molho no copo misturador e triture-o com a varinha mágica. Apesar de opcional, este passo confere um molho mais aveludado ao prato e sem encontrar a cebola picada. Emprate os bifinhos e regue com o molho.


Coza a quinoa em água e sal durante 10-12 min. Utilizei quinoa embalada em saquinhos pronta a cozer por considerar que é mais fácil de cozer e posteriormente escorrer. Se comprar outros tipos de quinoa tem que a lavar obrigatoriamente e cozer na quantidade de água indicada na embalagem (normalmente 1 medida de quinoa para 2 medidas de água). Numa frigideira anti-aderente, coloque 4 colheres de chá de azeite, os cogumelos cortados e tempere com sal e pimenta. Quando os cogumelos estiverem devidamente salteados, adicione a quinoa cozida bem escorrida, envolva e deixe cozinhar mais 1 a 2 min. Sirva quente com os bifinhos e com a salada verde.





* 18g de mistura de amido de milho e farinha de arroz têm umas modestas 67 kcal (cerca de 17 kcal/pessoa), maioritariamente provenientes de hidratos de carbono. Para quem aprecia molhos ricos e aveludados e dependendo da quantidade de azeite que colocar, esta opção apresenta-se como uma óptima alternativa às natas e ao molho Bechamel. É verdade que estas misturas apresentam elevado índice glicémico, mas dado que a quantidade utilizada é muito pequena e vão ser consumidos alimentos proteicos e alguma fibras, a questão do índice glicémico é irrelevante no global da refeição.






(As quantidades podem estar desadequadas às suas necessidades).







274 visualizações

Copyright © 2020 | Inês Tavares - Nutricionista - 1575N | Todos os direitos reservados