• Inês Tavares

Sugestão de lanche escolar II



Dependendo da criança, a variedade pode ser importante. A fórmula clássica de pão + leite/iogurte + fruta é prática mas pode saturar. É possível desconstruir esta fórmula ou variar os seus componentes. Nesta sugestão de lanche temos:


1 garrafa de água de 33cl;

+

2 triângulos de queijo fundido (18g x 2);

+

4 tostas de mistura;

+

1 mono-dose de fruta líquida (110ml).


Devo dizer que a melhor opção é sempre fruta fresca e o seu consumo deve ser activamente estimulado. No entanto, dependendo da criança e da sua autonomia, do tempo disponível para o lanche e das suas próprias preferências, pode considerar outras opções como fruta desidratada, sumo natural ou mono-dose de fruta líquida (sem açúcar adicionado ou edulcorantes) ainda que as mesmas não sejam escolhas ideais.


O queijo em quantidade adequada é também uma boa opção, assim como tostas simples. Por norma as crianças gostam de alimentos crocantes e estas são infinitamente melhor opção a batatas fritas ou outro snack. Deve acondiciona-las de modo a que não fiquem moles e adequar o seu consumo à autonomia da criança. A necessidade de barrar o queijo nas tostas pode ser pouco prático ou desadequado ao momento ou idade, por isso pode recomendar ao seu filho que coma os triângulos de queijo à dentada em simultâneo às tostas.


Leia tudo sobre as melhores opções a incluir na merenda escolar num artigo já publicado aqui.




(As quantidades podem ser desadequadas às necessidades do seu filho.)









0 visualização

Copyright © 2020 | Inês Tavares - Nutricionista - 1575N | Todos os direitos reservados