• Inês Tavares

Lombos de pescada em molho de salsa, mil-folhas de batata e espinafre salteado




Receitas familiares, simples e cheias de sabor! Fugindo ao peixe cozido ou grelhado, que apesar de óptimas opções podem saturar, esta receita é uma forma de comer peixe de modo saudável e saboroso.


Delicie-se sem culpa e com saúde!



Receita para 2 a 4 pessoas




400g de Lombos de pescada congelada*;

2 Sacos de espinafres frescos, 340g;

3 Dentes de alho ou alho moído em pó;

1,5 dL de vinho branco;

1,5 dL caldo de peixe (caldo de pescada cozida);

1 Colher e 1/2 de sopa de engrossa molhos instantâneo (mistura de amido de milho e farinha de arroz), 10g;**

1 Colher e 1/2 de sopa de mistura de farinhas integrais (mistura para pão integral), 10g;***

4 Colheres de chá de azeite (+ 1 a 2 colher de chá de azeite por dose de espinafre salteado);

Sal, pimenta, salsa picada, vinagre balsâmico (opcional);




Em água fervente com sal, "escalde" a pescada 2-3 min e reserve o caldo de peixe. Coloque o azeite numa frigideira antiaderente, frite 2 dentes de alho e deixe corar os lombos de pescada 1-2 min de cada lado, tempere com pimenta e reserve. Na mesma frigideira polvilhe a farinha integral, verta o vinho de deixe ferver 3 min até o alcool evaporar. Adicione o caldo de peixe e em lume brando adicione o engrossa molhos mexendo com uma vara de arames. - Se o molho ficar com grumos (acontece-me muito!), verta o molho no copo misturador e triture com a varinha mágica! - Adicione os lombos de pescada, retifique temperos e termine com salsa picada.


Num wok alto, coloque 1 a 2 colheres de chá de azeite por dose de espinafre salteado. Apesar de 340 g de espinafre fresco parecer imenso (!!!!), depois de salteado será ridiculamente pouco! Frite 1 dente de alho picado ou moído, e vá adicionando o espinafre aos poucos, deixando suar e perder volume. Tempere com sal, pimenta e vinagre balsâmico.


Enforme o espinafre em tacinhas ou chávenas, sirva com a pescada e opcionalmente com mil-folhas de batata segundo as suas necesidades (receita aqui).







* 1 a 2 lombos de pescada por pessoa.


** 10g de mistura de amido de milho e farinha de arroz têm umas modestas 35 kcal (em todo o molho) maioritariamente provenientes de hidratos de carbono. Para quem aprecia molhos ricos e aveludados e dependendo da quantidade de azeite que colocar, esta opção apresenta-se como uma óptima alternativa às natas e ao molho Bechamel. É verdade que estas misturas farináceas apresentam elevado índice glicémico, mas dado que a quantidade utilizada é muito pequena e vão ser consumidos alimentos proteicos e alguma fibra, a questão do índice glicémico é irrelevante no global da refeição (Não esquecendo que não irá "beber" o molho e apenas servir-se de 1 ou 2 colheres).


*** O mesmo é aplicável a 10g de farinha de trigo. Neste caso, as misturas de farinhas interegrais para pão, são um forma de minimizar a questão do indice glicémico e de adicionar fibra (decisivo no IG). Mesmo que utilize farinha de trigo comum, a quantidade é tão reduzida no global do prato que a questão calórica e do IG é insignificante.




(As quantidades podem estar desadequadas às suas necessidades).



266 visualizações

Copyright © 2020 | Inês Tavares - Nutricionista - 1575N | Todos os direitos reservados